comece aqui vai morar sozinha?

Finanças para garotas

e-mail Conteúdo exclusivo

3 Em Organização

Como eu organizo meu dia

Algumas pessoas quando se deparam com esse assunto podem pensar: “Por que ela faz isso? Por que as pessoas fazem isso?”.

Nesse post, vou te contar como transformei o ato de planejar o meu dia em um hábito. E digo hábito, pois já faço isso há tanto tempo, que para mim planejar é tão natural quanto escovar os dentes.

Um dos primeiros motivos que me levaram a planejar melhor o meu dia, é o fato de eu ser uma pessoa ansiosa. Eu não sei se você já passou por isso, mas quando você é ansiosa, você quer fazer um montão de coisas e por fim não acaba fazendo nada. Por isso, planejar o meu dia se tornou tão essencial.

Se eu terminei determinada tarefa, eu sei exatamente o que tenho que fazer logo em seguida. E isso é sensacional, pois há aqueles dias em que faço tantas coisas, que eu mesma fico admirada.

Agora, vou te mostrar como é o passo a passo da organização do meu dia e quem sabe eu não possa te inspirar a mudar ou melhorar algo na sua rotina? Você pode assistir ao vídeo ou ler o post.

1º – Imaginar o dia ideal


A primeira coisa que faço antes de qualquer coisa é visualizar como seria um dia ideal na minha vida.

Claro que o seu dia ideal vai ser completamente diferente do meu, pois nós temos rotinas diferentes. Mas, é sempre bom ter em mente qual horário você gostaria de acordar, quais seriam suas refeições, quais seriam as atividades mais importantes e se fazendo essas perguntas você é capaz de montar uma rotina ideal.

2º – Ter uma ferramenta


Escolher uma ferramenta que vá te ajudar na hora do seu planejamento é fundamental.

Algumas pessoas gostam de ser digitais nessa escolha, já outras preferem o papel (e eu sou uma delas). Isso fica a seu critério, a ferramenta é apenas algo que vai te ajudar, ela não vai fazer nenhum milagre sozinha.

Como eu disse para vocês, eu sou uma pessoa que curte o papel, então por isso a minha ferramenta escolhida é o planner.

Todos os anos eu mostro aqui no blog qual é o meu planner do ano e o meu escolhido para 2017 é o Simple Planner da Vipapier. Na semana que vem vou mostrá-lo com mais detalhes, mas já adianto que quem é minha leitora tem 10% de desconto usando o cupom FRAN.

3º – Fazer o planejamento


Agora que você já sabe como seria o seu dia ideal e tem uma ferramenta, é a hora de fazer o planejamento do seu dia.

Minha primeira anotação é sempre o horário em que devo acordar. Em seguida, vou listando as demais tarefas do dia.

Sempre depois de acordar, faço meu ritual matinal que se chama “milagre da manhã”. Aprendi essa rotina em um livro (“O Milagre da Manhã” – Hal Elrod) e venho fazendo todos os dias desde então, é sagrado.

Algumas coisas que já são implícitas, eu não coloco no planner como: tomar banho, café da manhã, me arrumar e etc. Para mim já está claro na minha rotina o horário em que devo fazer essas coisas, por isso não me preocupo em escrever. Mas, se você acha necessário, pelo menos no início, eu recomendo que você faça.

4º – Seja gentil com você


Outra coisa que eu sempre me preocupo na hora de fazer o planejamento é ser gentil comigo mesma. O que isso quer dizer?

Às vezes criamos uma rotina maravilhosa na nossa mente, e decidimos que vamos fazer milhões de coisas em um único dia. Quando fazemos isso, colocamos sobre nós uma pressão enorme e ao invés sentir relaxamento por ter o planejamento do dia sob controle, você fica estressada, pois precisa dar conta de tudo aquilo.

Então, seja gentil com você. Não coloque tarefas demais no seu dia, dê um espaço para você ter pequenos intervalos durante o dia para levantar da cadeira ou tomar um café. Essas coisas são fundamentais, ok?