20 Em Carreira

6 verdades sobre ser dona do seu próprio negócio

6 verdades sobre ser dona do seu próprio negócio

De algum modo eu sempre soube que um dia teria meu próprio negócio. O formato de trabalho “convencional” nunca me fez muito feliz.

O que sempre me incomodou nos empregos formais que eu tive, era a falta de liberdade criativa e a rotina chata.

Em todas empresas que já trabalhei, eu nunca gostei de só fazer o meu trabalho. Eu queria colaborar com a empresa e sempre pensava em formas de melhorar o que eu fazia. A parte triste, era ver que algumas empresas não estavam abertas a isso.

Eu já trabalhei em um escritório de arquitetura (acho que nunca contei isso por aqui) e uma vez sugeri uma ideia, simples, mas que ia dar todo o “tcham” no projeto que eu estava fazendo. Mal sabia eu que aquilo seria visto como um ato de “olha essa menina que mal chegou na empresa e já pensa que é quem?“. Sinceramente, foi um dos trabalhos que eu menos gostei. O clima do escritório era ruim e havia muita competição. É uma história longa e que me ensinou muita coisa sobre ambiente de trabalho (posso contar melhor outro dia se vocês quiserem).

Após algumas experiências frustrantes com o método tradicional de trabalho, a minha vontade de trabalhar por conta própria só foi aumentando. Quando enxerguei uma boa oportunidade, me agarrei a ela e fui atrás dos meus sonhos.

Eu nunca imaginei que um dia teria um trabalho tão legal e como plus, ainda trabalharia em casa!

Tudo para mim ainda parece um sonho. Porém, algo que eu nunca imaginei sobre ter um negócio próprio, é o tamanho da responsabilidade disso tudo.

Ainda quero fazer um post contando um pouco sobre minha rotina trabalhando em casa, mas hoje vou compartilhar com vocês 6 verdades sobre ser dona do seu próprio negócio. Claro que, do meu ponto de vista e baseado nas minhas experiências. Será que alguém aí se identifica?


1. Adeus férias

Você até tenta, se planeja, mas a verdade é que quando você passa a ter seu próprio negócio, tirar férias é um grande desafio.

Se você trabalha sozinha e não tem uma equipe, esse desafio é maior ainda! Por mais que você tente deixar tudo preparado com antecedência, tirar a cabeça do trabalho é muito difícil.

2. Você se torna uma workaholic

Workaholic = pessoa viciada no trabalho.

Se você é uma empresária ou sonha em ser uma, há uma grande chance que sua empresa seja algo que você ame muito fazer. Até hoje nunca conheci um empresário que não ame seu negócio.

É um caso de amor real. Sua empresa passa a ser como um filho. E quem disse que você quer desgrudar? Jamais! E isso singifica que você vai trabalhar desde a hora que levanta até a hora que vai dormir.

3. Você se cobra demais às vezes

Tudo passa a girar em torno de você. São várias decisões diárias que vão definindo o futuro do seu negócio e isso é assustador, confesso.

Com o passar do tempo, algumas coisas vão se acumulando, e quando você menos percebe, já está se cobrando demais.

De tempos em tempos, eu faço uma análise pessoal para reavaliar todo o meu trabalho e isso me ajuda a não ser tão severa comigo mesma.

4. Todo mundo fica curioso para saber quanto você ganha

Aquela história de não perguntar quanto uma pessoa ganha, não é mais aplicável a você. Principalmente se você tem um tipo de negócio “diferente” como o meu. A curiosidade é maior que a educação das pessoas nesse momento. Tsc, tsc, tsc…

5. Que dia é hoje?

Feriados, dias da semana, datas… Você não sabe mais nada sobre isso.

Às vezes você perde tanto a noção do tempo, que acredita estar em plena Terça, quando na verdade já é Quinta. Também acontece de você sair de casa para ir ao mercado e descobre que está fechado, pois é feriado, hahaha.

6. Você fica ansiosa para o dia começar

Principalmente quando algo novo está para acontecer.

Quando eu ainda trabalhava em uma empresa convencional, já ficava depressiva na noite anterior só de pensar em ter que voltar para aquele ambiente, que definitivamente não era para mim. Hoje, não sei mais o que é isso, pois faço o que amo e faço com muita alegria!

Acontece sim, de algo dar errado por aqui, às vezes, e aí eu penso: “Que saudade de ser somente uma funcionária e não ter esse tipo de dor de cabeça”. Mas isso passa rapidinho! rsrsrs

Participe da #GIRLGANG

Receba no seu e-mail conteúdos incríveis sobre finanças, organização e carreira. Basta se inscrever logo abaixo ↓

Não se preocupe, odiamos spam. Prometemos manter seu e-mail seguro. Powered by ConvertKit

Você também pode gostar

20 Comentários

  • Resposta
    O Fabuloso Destino De Maria Amélia
    11/03/2016 em 14:47

    O melhor dos dois mundos é difícil de acontecer, mas quando se faz com amor é tudo mais fácil. 🙂
    É ganhar em umas coisas mas perder noutras, mas acredito que o saldo é sempre positivo de quem assume um passo dessa dimensão.
    Não é nada fácil, mas vale muito a pena.
    Beijinhos
    Bom fim-de-semana*
    http://www.ofabulosodestinodemariaamelia.pt/

  • Resposta
    Joana
    11/03/2016 em 15:11

    Oi Fran! Gosto muito do seu blog! Isso é mesmo verdade, felizmente tinha o sonho de ser freelancer e consegui mês passado tirar meu primeiro salário! Graças a blogs que incentivam esse sonho como o seu 🙂

    • Resposta
      Franciele
      11/03/2016 em 15:32

      Que legal Joana! É muita novidade e uma rotina completamente diferente, né? Desejo toda sorte do mundo para você nessa nova etapa da sua vida.
      Beijos

  • Resposta
    Thais
    11/03/2016 em 15:17

    Adorei o post! E me deu mais gás pra continuar colocando fé em meus projetos futuros. Adoro qnd vc compartilha sobre a sua rotina de trabalho em casa!

    • Resposta
      Franciele
      11/03/2016 em 15:31

      Fico muito feliz em saber disso, viu? <3
      Mil beijos

  • Resposta
    Rayssa
    11/03/2016 em 17:00

    Realmente trabalhar em casa tem seu lado positivo. Mas ser sua própria chefe exige muuuuuita responsabilidade, como você disse.

    Só que vamos combinar, quando gostamos de algo que fazemos nem ligamos pra essas coisinhas não, são só detalhes né?!

    https://rayssaferreiradotcom.wordpress.com/

  • Resposta
    Jessica
    11/03/2016 em 17:51

    Amei o post, seu blog é perfeito!

  • Resposta
    Celle Mendes
    11/03/2016 em 20:23

    É bem verdade, Fran.
    Esse ano resolvi me dedicar mais ao meu blog, resolvi me dedicar mais naquilo que gosto, independente de “condições” (equipamentos e afins) ou não. Ainda o estou estruturando, mas já criei meu canal no Youtube e tudo.
    Depois que resolvi arregaçar as mangas, até sonho com roteiros dos próximos vídeos, temas para posts… Não consigo desligar… rsrs
    Gostei muito do seu post, bem direto e resumido !
    Bjs

  • Resposta
    Carol Justo
    12/03/2016 em 02:13

    Fran, eu amei esse post e quero pedir por favor que você faça mais posts mostrando como faz com a burocracia, registro, quanto gasta, mais ou menos, como foi tua experiencia no inicio, eu quero abrir uma loja virtual, mas vejo muito post na internet e não me parecem muito confiáveis, é muito textinho de trabalho de faculdade, eu queria ler algo real, sabe? To com muitas dúvidas e medo de mergulhar de cabeça, mas é o que eu quero… Vou até pegar um segundo emprego em maio para juntar grana e fazer tudo acontecer… Espero que possa ajudar <3

    http://www.pinkisnotrose.com

    • Resposta
      Franciele
      12/03/2016 em 13:50

      Oi Carol, para essa parte burocrática eu aconselharia que você procurasse uma contadora, assim como eu fiz, pois cada tipo de negócio é um formato diferente. Ela vai poder te aconselhar melhor e te falar sobre os valores e etc. Não é algo que dá para generalizar em um post, pois não vai ser igual para todo mundo 🙂
      Bjs

  • Resposta
    Flávia Moreira
    12/03/2016 em 07:12

    Hahaha amei o post, muito engraçado. Confesso que minha maior vontade é passar por tudo isso, aliás, meu maior sonho. Bjks Fran.
    jafuijovem.wordpress.com

  • Resposta
    Melissa Souza
    12/03/2016 em 12:17

    Oi, Fran!

    Ainda não dona do meu próprio negócio, mas desenvolvo alguns trabalhos autônoma na área de dança, literatura e mídias sociais e já me sinto assim, rs. Por mais cansada que eu esteja depois de uma semana estudando e estagiando, adoro quando tenho um freela pro final de semana! Hahaha.

    Beijos,
    Melissa

  • Resposta
    Beatriz
    12/03/2016 em 18:37

    Oi Fran.. Estou a ler o teu blogue de Portugal. E estou na mesma situação em que tu estives-te na empresa de arquitectura. Abri um blogue e acabei por não lhe dar tanta atenção quanto gostaria por causa deste emprego que eu pensava que iria ser tudo para mim. Hoje em dia não penso mais assim, e sonho abrir o meu negócio o mais rapidamente possível, pois também não me sinto muito bem a trabalhar para outra pessoa. O teu post de hoje deu-me muita motivação para seguir o meu sonho. Obrigada 🙂

  • Resposta
    Jéssica Gomes
    12/03/2016 em 20:23

    Fran gostei muito do post, quero muito poder ter o meu negócio e por estar mais presente na vida do meu filho. Mais primeiro, preciso aprender a ser regrada para as atividades em casa.

    Parabéns !!!

  • Resposta
    Pry Silveira
    13/03/2016 em 10:01

    Ai Fran, que sonho poder ter meu próprio negócio e ainda trabalhar de casa! Ainda mais agora que tenho uma bebê! Seria maravilhoso conseguir conciliar tudo isso!!
    Beijos e adoro seu blog!
    http://blogprimeirospassos..com.br

  • Resposta
    Caroline
    14/03/2016 em 12:27

    Muito real Fran!!! E essas coisas afetam em tudo, a gente se dedica tanto ao trabalho, tem sempre uma nova meta à alcançar e quando vai ver já está doente de ansiedade, mal dorme, mal come, mal sai e vive pra traçar caminhos para alcançar o novo objetivo. É uma loucura, mas uma loucura maravilhosa e viciante!
    Adoro seu blog e seu canal no youtube. Parabéns por sua dedicação!
    Ah, e uma curiosidade: vc trancou a facul esse semestre ou ainda ta na rotina maluca de trabalho/faculdade?
    Beijo!

  • Resposta
    Larissa Santos
    14/03/2016 em 17:19

    Meu sonho é ter meu próprio negócio, estudo Design de Interiores e quero ter um escritório na área, sei que é difícil conseguir assim de cara, mas como você mesma disse, fazer oque gosta é a melhor coisa <3
    Bjos Fran.

    http://geekinsana.blogspot.com/

  • Resposta
    Ju
    16/03/2016 em 09:43

    Oi Fran, gostaria de saber mais sobre seu trabalho no escritório de arquitetura. Também trabalho com arquitetura e sinto as mesmas frustrações que você descreveu. Eu sou um tipo de pessoa muito prática e por isso sofro para trabalhar pois o escritório é muito desorganizado. Sonho com o dia que terei meu próprio negócio. Mas parece tão difícil começar. Sem falar na responsabilidade e as contas a pagar que não esperam até você realizar seus sonhos! Obrigada pelo post. É sempre um alivio saber que mais pessoas passam por coisas igual a nós. Bjs

  • Resposta
    luane
    23/03/2016 em 10:58

    Olá Fran, to todo dia dando uma olhadinha aqui acho que me viciei no seus conselhos e dicas..
    To numa nova fase de vida , aluguei uma kitnet vai morar eu e meu namorado espero que nao seja esse monstro que as vezes eu acho que é.
    e quase esquecendo fiz um post no meu tumblr falando daqui rss da uma olhadinha

    • Resposta
      Franciele
      23/03/2016 em 13:23

      Que legal Luane! Obrigada pelo carinho 🙂
      Mil beijos

    Deixe uma resposta