40 Em Finanças/ Mais lidos/ Para baixar

Por que você deveria jogar seu cartão de crédito fora

Eu gosto muito do meu cartão de crédito e nós temos uma relação ótima.

A questão com o cartão é que, ele está à disposição para ajudar quem sabe usá-lo. Se você usa direitinho, você não tem com o que se preocupar.

O problema está quando você não sabe lidar com essa amizade chamada: “Seja eterna enquanto a fatura chegar”.

Cartão de crédito - 01

Vou te dar um exemplo:

Mariana recebe seu salário. E ela sabe que, além das suas contas fixas, ela terá uma despesa em alguns meses com sua viagem de férias. Ela já sabe que precisa começar a poupar nesse mês para alcançar seu objetivo. No entanto, Mariana vê uma bota em promoção que está valendo muito a pena. Ela pensa: “Não posso perder essa promoção, pois não vou encontrar uma oportunidade igual tão cedo”. Então, ela compra a bota no seu cartão, aliviada, pois usando essa estratégia, ela não precisou de deixar comprar a bota nem de poupar para suas férias.

Mariana foi bem esperta e solucionou o problema da melhor forma possível, certo?

ERRADO!

Aquela dica que ninguém te dá


O cartão nos dá a sensação de que, se o dinheiro não render até o fim do mês, está tudo bem, pois você pode pagar com o cartão.

O mesmo vale para aquela bolsa-linda-deusa que você quer muito, mas você não tem o dinheiro para pagar. Então, você pensa: “Eu posso comprar no cartão. Manda buscar!”.

Olha que maravilha!

Não, amiga. Não é uma maravilha, não faz isso comigo. Ai meu coração!

No nosso exemplo, Mariana conseguiu comprar o que queria e também poupou o dinheiro no fim das contas. Então, o que tem de errado nessa historia?

A questão, é que muitas pessoas tem dificuldade em enxergar que o cartão de crédito é uma dívida como outra qualquer. E é uma dívida cara!

Se você faz uma compra no valor de R$200, você não paga somente R$200 no fim das contas. Você paga: R$200 + um monte de tarifas (no mínimo a anuidade vai ser cobrada). E nem preciso citar sobre o que acontece quando você atrasa os pagamentos. Em 2015, as taxas de juros no cartão de crédito chegaram a quase 400% ao ano (via G1). Surreal!

Ai socorro! O que eu faço agora?


Você tem duas opções, gata: usa direitinho ou joga esse cartão fora.

Se você usa o cartão no dia a dia como uma ferramenta. Ok, fique com ele. Agora, se você usa o cartão como a solução para o seus problemas e compra sem poder pagar, destrua-o! Essa é a verdade nua e crua.

O que você deve ter em mente é: o cartão de crédito é uma dívida como outra qualquer e se você gastar, vai ter que pagar. Se você tem como pagar, compre à vista! As compras no cartão devem ser feitas com inteligência.

Se você precisa de uma geladeira nova (urgente), pois a sua quebrou e você não tem reservas suficiente para bancar uma nova, você pode usar o cartão. Mas, observando o seguinte:

  • O valor das parcelas devem ser correspondente a um valor que você pode pagar durante o período do parcelamento.
  • Tente negociar o parcelamento com o mínimo de juros possível.
  • Analisando seu orçamento, tente reduzir o número de parcelas. Um parcelamento de 10x, correspondem a 10 meses pagando, o que é muito tempo.
  • Não atrase os pagamentos, pois os juros são altíssimos.

Agora, se você quer comprar algo apenas pelo seu desejo de consumo e é uma compra que pode esperar, trabalhe seu autocontrole.

O cartão nos dá a possibilidade de comprar imediatamente algo que queremos. E tem coisa melhor do que isso? O problema é quando a divida feita no cartão não cabe no seu orçamento. Ai está o problema.

Se você pode esperar, pague à vista. Sem dúvidas é a melhor opção. Sem falar que, quem possuí dinheiro na mão, tem muito mais poder de negociação. Você pode conseguir bons descontos comprando à vista.


Faça o download do Controle de Cartão de crédito, ele vai te ajudar a manter seus gastos com cartão em ordem. Eu mencionei que é gratuito? 😉

Receba os conteúdos exclusivos
do Morando Sozinha no seu e-mail

Prometemos manter seu e-mail seguro, odiamos spam.

Você também pode gostar

40 Comentários

  • Resposta
    Sabrina Adriane
    02/06/2016 em 14:12

    Sempre aprendo muito sobre controle financeiro com esses seus posts Fran! Tem me ajudado muito <3

  • Resposta
    Thaís
    02/06/2016 em 14:53

    Oi, Fran! Em primeiro lugar queria dizer que te acompanho de longe há muito tempo, desde 2013. Você a cada dia tem conquistas maravilhosas e divide seus conhecimentos com seus leitores, o que é maravilhoso. É uma das blogueiras que eu mais admiro. Sua planilha financeira me ajuda há um bom tempo a controlar melhor meu orçamento. Estou planejando um intercâmbio e começando a colocar em prática seu guia das 52 semanas e todas as orientações do curso de finanças (já comecei até arte do desapego do que não uso mais e está parado sem utilidade! haha). Estudo administração e amo seus posts sobre finanças. <3
    Referente ao post: eu uso um cartão de crédito que não tem anuidade (Nubank, conhece?!) mas utilizo como mencionado, apenas para compras mais urgentes e que eu realmente não tenho a grana. Ou para algum investimento que está com preço ok e não tem acréscimo de juros no final das parcelas. Sempre pago a fatura integral e sei bei bem que é uma uma conta que precisa ser paga. Tem funcionado bem para mim e nunca fiquei com dívidas. Acho que vi tantos parentes meus ficando no vermelho por conta do cartão que pensei: serei diferente! hahahaha
    Obrigada pelas suas dicas e parabéns novamente! <3
    Beijos.
    http://www.janeladesorrisos.com

    • Resposta
      Franciele
      06/06/2016 em 09:44

      Que máximo Thaís! Boa sorte com os projetos :*

  • Resposta
    Carol Justo
    02/06/2016 em 16:07

    Menina, eu adorei esse post!
    Eu nem tenho cartão de crédito, semana que vem talvez eu vá fazer um, mas é só para casos emergenciais. Eu to realmente precisando de um guarda roupa novo, não é questão de vaidade não, to pensando com muito cuidado se vou usar, ou não, o cartão de crédito. No fundo, acho melhor ir todo o mês comprar e gastar R$100 – R$200 do que pagar R$200,00 de fatura do cartão, porque dentro destes R$200,00 eu vou ter comprado o equivalente a R$180,00… É algo que ainda estou analisando…

    Enfim, teu post é realmente maravilhoso, minha mãe quebrou em pedacinhos o cartão dela e foi a melhor coisa que ela já fez! Um beijo Fran <3

    http://www.pinkisnotrose.com/

    • Resposta
      Franciele
      06/06/2016 em 09:44

      Isso ai Carol, analisar sempre antes de comprar por impulso! Seu dinheiro é muito valioso, lembre-se disso 🙂
      Mil beijos

  • Resposta
    Luisa Nascimento
    02/06/2016 em 17:30

    Fran, como sempre suas dicas me ajudam muito. Eu tenho um cartão de crédito e fiquei 1 ano sem usá-lo e posso dizer que sobrevivi e foi a melhor coisa que fiz da minha vida. Depois dessa dica, vou continuar deixando ele esquecido guardadinho para evitar despesas desnecessárias e entrar em uma dívida.

  • Resposta
    Maria José Santos
    02/06/2016 em 20:28

    Fran, excelentes conselhos!
    Indico sempre o seu blog às minhas amigas e colegas mais novas, pois a Fran é uma inspiração!
    Muito madura, responsável, consciente, sensata, prudente e muitas mais qualidades.
    Adoro os seus posts!
    Continue sempre desse jeito.
    Maria José
    avidaemtonssuaves.wordpress.com

  • Resposta
    Ana Carolina
    03/06/2016 em 13:56

    Oi Fran! Amo tanto seus textos. Eles são ótimos e me ajudam muitoo!
    Estou adorando também os conteúdos enviados por e-mail. 🙂
    Continue sempre a nos ajudar e nunca perca seu jeito doce e delicado de falar e agir! <3

    • Resposta
      Franciele
      06/06/2016 em 09:42

      Obrigada pelo retorno positivo Ana!
      Mil beijos

  • Resposta
    susany oliveira
    03/06/2016 em 23:47

    Eu e meus dois cartões temos uma relação maravilhosa, quase não os vejo rsrs, prefiro pagar a vista, só uso eles para emergência.

  • Resposta
    Carol Garcia
    04/06/2016 em 22:09

    Oi Fran, tudo bem?
    Adorei o post! Só tive cartão de crédito esse ano (Já estou com 25 anos) e não me arrependo. Estou super controlada, e só passo o que realmente preciso como disse. Compras que posso pagar a vista, e melhor no dinheiro, sempre foram minha primeira opção.
    Todos podemos ter cartão sim, desde que saibamos usar. E pior ainda são aqueles que estouram todos os limites e jogam a culpa no banco ainda né!

    Beijos

  • Resposta
    Jessica Mendes da Silva
    05/06/2016 em 17:43

    Fran como sempre com os melhores posts *o*
    Já estava com o dedo coçando para usar mas depois do teu post… vai ficar guardadinho aqui até a vontade ir embora haha

  • Resposta
    Enjoy the Party
    06/06/2016 em 19:54

    Graças a Deus eu nunca tive esse tipo de problema e ainda, quando preciso, aproveito para juntar algumas milhas com pontos do cartão.
    Mas a maioria das mulheres costumam ter esse tipo de problema em estourar o limite, isso é triste, mas as dicas são ótimas!!!
    Abraços, C!

  • Resposta
    Pry Silveira
    07/06/2016 em 13:50

    oi Fran, adoro seus posts sobre finanças. Eu sempre fui mto controlada com meu cartão de crédito, na verdade qdo eu resolvi ter um eu morria de medo de usar rs Agora que estou casada, meu marido usa o cartão para pagar tudo e guarda o dinheiro que recebe pra pagar a fatura. Sinceramente não sei se esse método é eficaz, sempre tenho dúvida qto a isso!
    Beijos
    http://blogprimeirospassos.com.br/

  • Resposta
    Adenísia
    07/06/2016 em 15:36

    Oi Fran!
    Muito legal o post sobre cartão de crédito,esses dias fiz uma compra sem pensar e me arrependi.
    Eu moro sozinha e aprendi a pagar tudo a vista com o tempo,tenho apenas 1 cartão de crédito.seus post sobre finanças estão me ajudando muito.
    Obrigada! bjs.

  • Resposta
    Kalina
    08/06/2016 em 13:27

    Oi Fran!
    Acompanho o crescimento do seu blog há muito tempo e sempre gostei muito de suas dicas!!
    Há um mês eu criei um site de como ganhar dinheiro e quero escrever sobre como ganhar dinheiro com blogs. Eu poderia fazer algumas perguntinhas para você? Para saber como você começou, se foi difícil, quais foram as vantagens e desvantagens, quais as dicas que você daria para quem quer começar com um blog. Seriam perguntas simples, por email mesmo. É possível?
    Obrigada! Sucesso com seu blog (nem precisa, né) 🙂
    Beijos

    • Resposta
      Franciele
      08/06/2016 em 14:15

      Oi Kalina, obrigada pelo carinho! Infelizmente pelo tempo curto, não tenho conseguido fazer colaborações externas. Mas, agradeço por ter lembrado de mim!
      Bjs :*

  • Resposta
    Laís de Souza
    08/06/2016 em 19:01

    Adoro o blog e acho que seria bem legal uma regularidade maior de postagens,
    fica mais gostoso de acompanha ^^

    • Resposta
      Franciele
      09/06/2016 em 10:00

      Oi Laís, obrigada pelo seu comentário. Para manter a qualidade dos posts, eu prefiro postar menos. 1 único post, demora dias para ficar pronto. E claro, você também sempre pode conferir os posts antigos 🙂

  • Resposta
    Ingrid
    09/06/2016 em 23:25

    Fran, eu entro em abstinência quando você não posta :'(((((

  • Resposta
    Rafaela Guarnier
    10/06/2016 em 10:55

    Oi, Fran!
    Obrigada por disponibilizar esse material. Vai ajudar bastante!
    Parabéns pelo conteúdo do blog, está cada vez melhor!
    Beijo!

  • Resposta
    Mayara Regina de Oliveira
    11/06/2016 em 18:33

    Fran, adorei!! Já me afundei em cartão de crédito uma vez e nunca mais quero passar por isso hahaha
    Obrigada :*

  • Resposta
    Daiane
    12/06/2016 em 20:47

    Tai uma amizade cheia de altos e baixos , meu cartão de crédito e eu , tem dias que quero corta-lo ao meio e tem dias que quero beija-lo.

  • Resposta
    Ingridy Grigório
    15/06/2016 em 02:26

    Obrigada pelos conselhos, Fran. Eu já deveria ter jogado o meu há muito tempo, cada vez mais a situação piora. 🙁

    http://sefosseprimavera.blogspot.com.br/

  • Resposta
    Aline Moraes da Silva
    15/06/2016 em 18:29

    Tenho um grande problemas com cartões de crédito, gastei mas do que meu orçamento e fiquei tendo que pagar juros depois, preciso destruí-lo, o problema é como viver sem ele.

  • Resposta
    Lara
    26/06/2016 em 15:34

    Oi Fran, adoro seus posts, principalmente esses de finanças, porque adoro essa temática legal e bem despojada e falar sobre o assunto, inclusive…. Bem que você poderia escrever outro livro dando várias dicas de finanças né? Adorei seu primeiro livro e não vejo a hora de adquirir o próximo! Mas enfim…
    Eu sou muito nova ainda, tenho 18 aninhos, mas estou pensando em adquirir um cartão de crédido, pra principalmente fazer compras pela internet. Desde nova já faço planejamento das minhas finanças, mesmo quando recebia só uma pequena quantia do meu pai de vez em quando, nem era uma mesada, era só tipo uns R$20,00 por mês rsrsrs mas eu adorava pegar aquilo e colocar no papel e ver o que eu gostaria de comprar no mês e ver se aquela ‘graninha’ iria dar kkkkk, você acha que eu conseguiria administrar um cartão de crédito ainda com a minha idade?

    Grande Beijo :*

  • Resposta
    Renata
    28/06/2016 em 17:38

    Fran, essa parte é bem difícil para nós mulheres né, sempre queremos estar na moda e ter coisas da moda…e ela muda muito rápido com isso faz com que façamos gastos desnecessários e nos endividamos, é legal estipular um valor por mês ou até mesmo comprar sempre a vista.

  • Resposta
    Alana Januário
    07/07/2016 em 12:59

    Fran! Sua linda! Estou encantada pelo seu blog, amo as dicas! e amo ainda mais que você cursa a mesma faculdade que eu! Parabéns pelo belo trabalho! Mil beijinhos

  • Resposta
    Srta fUmiga
    27/07/2016 em 12:50

    Falou tudo! O que eu mais vejo são pessoas se enrolando com cartão de crédito e este pode ser o inicio do fundo do poço.
    Acho importante ter um cartão de credito e com o limite alto também. Não vejo problema! Desde que saiba usar. O fato de você ter um limite alto, não significa que voce precisa gastar tudo naquele mês.

    Além de eu fazer um controle de entrada e saída mensal, (colocar tudo na ponta do lapis o quanto você recebe x quanto você gasta é fundamental para a sua saude financeira). Eu também imponho limites mensais de quanto pode ser fatura do cartão de credito, sempre deixando o valor abaixo ao que eu consigo pagar para caso ocorra uma emergencia (emergencia mesmo, nada de Bota maravilhosa ou aquela bolsa magnifica que está em promoção!!!).

    Todo mundo tem que aprender a trabalhar com cartões de creditos, cheques e planejamento. Acho fundamental.

    Adorei o blog e como colocou as coisas! ;D

    Xoxo
    Srta fUmiga

  • Resposta
    Drih
    27/07/2016 em 14:45

    Oi, Fran. Com certeza é um super conselho. Tentei baixar a planilha gratuita para controle de cartão, mas não consegui. Vai para uma página que oferece o pacote de Finanças para Garotas, mas não aparece este especifico dos cartões. =/

    • Resposta
      Franciele
      27/07/2016 em 19:01

      Oi Drih, é porque você tem que baixar o arquivo no seu e-mail meu bem 🙂

  • Resposta
    Lua Mariano
    11/09/2016 em 21:51

    Oi Fran,

    Amei o download de hoje, já vou usar em casa!

  • Resposta
    Rafaela Ferreira
    30/11/2016 em 12:38

    Confesso que nunca vim aqui no blog, mais depois de ver seu stories no insta sobre os livros que você comprou me deu uma vontade te conhecer melhor e agora estou encantada com você e seu trabalho.

  • Resposta
    Dayane Araújo
    16/01/2017 em 15:05

    Fran! Você é ótima, sigo seu blog a uns 3 anos, e sempre tive esse sonho de morar sozinha e o cartão sempre foi meu melhor amigo/inimigo rsrsrs. Esse ano vou realizar esse sonho, e sim graças aos seus conselhos 😀

  • Resposta
    Pagioro
    22/01/2017 em 12:04

    Tenho 63 anos, e tenho lido o blog que é maravilhoso. Quebrei financeiramente há 2 anos e agora só tenho cartão de débito. Mas gasta-se com ele também

    Tenho pensado em cortar ele tambem.

    Tenho uma filha de 32 anos, que muito me maltrata, mas é cheia da grana e não é da nem um picolé

    Moro numa cobertura e ela em baixo. Dêem opinião de como faço para não sofrer tanto!

  • Resposta
    Juliana
    22/01/2017 em 12:10

    Adorei seus posts

  • Resposta
    Ana
    09/04/2017 em 12:18

    Eu sou corretora de imóveis. Já vendi em um mês 3 imóveis de médio padrão e em outro nenhum. Vendo em um ano cerca de 8 a 15 imóveis, certos meses vendo mais de 2 e os piores meses do ano nenhum. Preciso de cartão de crédito nos meses que não vendo nenhum apartamento, mas só compro comida com ele. Até as contas, o condomínio e a gasolina eu pago com dinheiro que eu guardo.

  • Deixe uma resposta