54 Em Blog/ Populares

Viver de um blog: minha experiência

Como é viver de um blog em tempo integral 4

Lembro perfeitamente do dia 26 de Janeiro de 2013. Foi o dia que abri o editor de texto do meu blog e comecei a escrever o post que marcaria uma nova etapa da minha vida: viver de um blog. Eu decidi escrevê-lo quando tomei a decisão de largar meu antigo emprego. Já se passaram pouco mais de 3 anos desde aquele post e eu ainda continuo trabalhando com meu blog. Por isso, pensei que seria interessante atender um pedido frequente de vocês e contar como é viver de um blog em tempo integral.

Eu comecei meu blog de uma forma totalmente despretensiosa em 2012. Na época já era possível ganhar dinheiro com a plataforma, mas eu não sabia nada a respeito. Lembro que depois de começar a fazer posts para o blog, viciei na coisa e não quis mais parar. Foi algo em que eu realmente me encontrei, sabe? Me recordo de quando ainda estava trabalhando no escritório e eu ficava imaginando como seria incrível se eu pudesse viver do meu blog, que era algo que eu realmente amava e tinha total liberdade criativa dentro dele. Mas isso era um sonho muito distante, daqueles que a gente acha que nunca vai acontecer.

Criei meu blog para falar de um momento novo para mim, que era morar sozinha. O blog sempre teve o tema casa/decoração como foco principal e por ser algo diferente na época (estava rolando o boom dos blogs de moda e maquiagem), acredito que isso fez com que ele se destacasse.

A melhor parte do meu dia era quando chegava meia noite e finalmente eu podia ver o número de acessos que o blog havia recebido naquele dia. Dia após dia os números só aumentavam e eu sempre ficava me perguntando de onde surgia tanta gente para acessar meu blog. E foi devido a esse crescimento, que um ano depois pude largar meu emprego e viver do que até então era apenas um sonho.

A vontade de escrever esse post surgiu devido as inúmeras mensagens que recebo com pedidos de ajuda para começar um blog, uma dica salvadora ou o caminho das pedras. A verdade é que em 2012 as coisas eram completamente diferentes de hoje em dia. Quando eu comecei, não havia uma preocupação da minha parte em elaborar um conteúdo pensado, ter uma agenda de postagens, corrigir o texto mil vezes ou coisas assim. Era tudo feito “na hora mesmo”, sabe? Se eu escutasse uma música legal, na mesma hora já virava um post. Se eu encontrasse uma foto de uma decoração bonita, virava post. Eu não tinha nenhuma preocupação quanto ao conteúdo, pois a ideia era só compartilhar coisas que eu gostava. No final das contas, foi com esse jeito despretensioso que o blog conquistou a audiência diária de milhares de garotas espalhadas por todo Brasil.

Como é viver de um blog em tempo integral 3

Hoje as coisas são diferentes. Não só na minha forma de conduzir o conteúdo, mas também no cenário atual da internet. Realmente não sei dizer se você começar um blog hoje, da mesma forma que eu comecei, vai dar certo. Hoje vejo que já existe um padrão mínimo de qualidade exigido e os leitores estão muito mais exigentes. A qualidade dos conteúdos melhoraram muito de uns anos para cá. Lembro que em 2012 várias meninas que eu acompanhava no Youtube ainda gravavam com a webcam do computador e hoje, em 2016, seus vídeos se transformaram em verdadeiras superproduções.

A verdade é que ninguém quer mais entrar em um blog com letras coloridas e que tenha uma imagem de cada tamanho. Hoje, com a vida corrida, gastamos nosso tempo na internet com o conteúdo que julgamos ser de maior qualidade para nós.

Sendo honesta, eu acho que ainda há (e sempre existirá) espaço para novos blogs e canais no Youtube, mas com tantas pessoas já consolidadas nesse mercado, a dica é nadar contra a maré e fazer um conteúdo que se destaque e não seja mais do mesmo.

Viver do próprio negócio é o sonho de qualquer pessoa que tem a alma empreendedora e acredita no seu projeto. Quando eu comecei a ser uma blogueira em tempo integral, também comecei a entender que aquilo não era mais somente um hobby, e que, eu precisava levar o trabalho a sério para construir minha credibilidade com as marcas e com a minha audiência. E essa jornada tem sido uma verdadeira montanha russa, cheia de altos e baixos, e muitas descobertas desde então.

Desenvolvendo a sua marca

Há alguns meses comecei a estudar mais sobre esse lado empresarial de um blog. Um blog que me incentivou a isso foi o A Beautiful Mess, que além de ser um dos primeiros que eu comecei a acompanhar, é um exemplo de empreendedorismo digital.

Ao longo do tempo, eu acabei criando a minha marca sem perceber. Por sempre falar de coisas que gostava, as pessoas automaticamente começaram a assimilar essas coisas a mim. E é a coisa mais fofa do mundo estar no instagram e ver as marcações de leitoras super queridas em fotos de coisas que eu possivelmente gostaria. Gatinhos, planners, coisas da Ariel, roupas, acessórios, decorações bonitas, fofuras e por ai vai…

A minha marca ficou inconscientemente na mente das pessoas. Hoje tenho total consciência que essa é uma das coisas que me destaca no meio de tantas outras pessoas.

Atualmente, blogs de negócios e empreendedorismo fazem parte da minha leitura diária, e isso tem me ajudado a entender como desenvolver a minha marca juntamente com o meu negócio. E quem diria que a Fran de 2012 pensaria nisso? Jamais!

Conteúdo de qualidade

Quando comecei o meu blog, era fácil fazer vários posts em menos de cinco minutos e eu atualizava o blog de 3 a 6 vezes por dia! Claro que, o conteúdo não era lá grandes coisas. Era mais algo do tipo: “Olhem que linda essa decoração! Bjs, tchau”. Enquanto hoje, facilmente gasto cerca de 3 a 4 horas para criar um único post.

Eu já estive em várias fases, e definitivamente estou em uma nova agora, que de longe, é a minha favorita. Hoje prefiro escrever 3 posts de qualidade, do que 10 só para o blog ter novas postagens.

Nicho

Uma coisa que pode ser extremamente difícil ou extremamente fácil de encontrar: o seu nicho.

Quando comecei, meu blog falava de uma fase que eu estava vivendo, que era morar sozinha. Com os anos, essa fase foi passando e eu comecei a me interessar por outras coisas, o que é normal e acontece com todo mundo.

O problema de criar um blog tão focado em um nicho é justamente esse. Com o passar do tempo você pode perder o interesse por aquele assunto ou ele pode passar a não te representar mais. Por isso é importante pensar bem sobre o nome e o nicho que você quer focar. É um tema que você realmente ama? É um nome que vai te representar a vida toda? Foi exatamente por essa questão que eu mudei o nome do meu blog para Fran Guarnieri, pois vou ser a Fran para sempre, mas será que vou morar sozinha para sempre? (Torcendo para o namorado não ler e achar que foi uma indireta kkkk).

Falar sobre casa e decoração era um nicho que rendeu vários temas legais ao longo de três anos, mas depois de um tempo me limitavam quando eu queria fazer posts diferentes, como esse, por exemplo.

Como é viver de um blog em tempo integral 2

Dinheiro

A grande dúvida, não é mesmo? Muita gente ainda me pergunta se dá para viver somente trabalhando com um blog, e claro, é possível sim. Algumas pessoas já até me perguntaram se eu realmente vi vantagem em largar meu emprego em uma empresa para me aventurar no meu hobby, e a resposta é um GRANDE SIM.

Eu fiz curso técnico durante três anos e assim que me formei já comecei a trabalhar na área. Para uma garota de 18 anos eu tinha um ótimo salário e um ótimo emprego, mas no fundo eu sempre soube que um dia teria meu próprio negócio (só não sabia quando). Quando o blog apareceu, vi uma oportunidade de fazer algo que eu amava e era o início para a vida que eu sempre sonhei: ser dona do meu próprio negócio.

Quando deixei o meu emprego, o blog gerava uma renda um pouco menor do que o meu salário na época. Eu já morava sozinha, então tive que tomar uma decisão bem pensada. Eu sabia que se eu me dedicasse mais ao blog ele ia crescer e consequentemente a procura das marcas também, pois até então eu me dedicava ao blog somente nas madrugadas dos dias de semana quando chegava cansada da faculdade.

Juntei dinheiro por um tempo antes de sair do meu emprego, pois precisava pagar meu aluguel com o blog dando certo ou não. Quando havia juntado o valor referente a três meses de despesas, era a hora de ver se o blog ia dar certo mesmo. E não é que deu? Assim que eu comecei a me dedicar a ele integralmente, os acessos dispararam, as marcas começaram a me procurar e até hoje meu blog é meu trabalho em tempo integral.

É muito deselegante sair por aí falando quanto uma pessoa ganha, mas como eu também sei que brota aquela curiosidade, posso dizer hoje o blog rende cerca de 8x mais do que eu ganhava como funcionária em uma empresa.

Não caia na ilusão de acreditar no que as revistas dizem por aí: “Blogueira ganha milhões por postagem no Instagram”. Toda vez que vejo matérias assim, os comentários são de partir o coração. Leio coisas como: “O jeito é ser blogueira então”, “Vou criar um blog e amanhã estou rica”. De fato, há muita gente ganhando bastante dinheiro com internet, mas em toda indústria sempre existirão aquelas pessoas mais bem sucedidas que outras. E elas fazem parte de uma minoria que conseguiram chegar no topo. E não é fácil chegar no topo. A grande maioria se dedicam a esse trabalho há anos. Nada acontece da noite para o dia e há muito trabalho envolvido.


Esse longo post não é para encorajar, muito menos desencorajar ninguém a criar seu blog. Esse post é apenas um pouco do caminho que eu percorri para viver de algo que era meu sonho.

Se você tem o sonho de ter um blog, um canal no Youtube, uma loja ou qualquer outra coisa, as dicas mais verdadeiras que eu posso te dar são:

  • Nunca vai ser fácil, pode demorar e por isso não desista.
  • Saiba aonde você quer chegar.
  • Nunca deixe de se atualizar e pensar em formas de melhorar seu conteúdo.
  • Não se compare a outras pessoas.
  • Não faça pensando nos números, faça pensando nas pessoas.

Você também pode gostar

54 Comentários

  • Resposta
    Carol
    02/02/2016 em 23:11

    Olá Fran, tudo bem?
    Desde que encontrei seu blog eu me identifiquei muito com vc, os gostos pelas coisas que vc tem são muito parecidos com os meus, acompanho seu blog e seu canal já faz um bom tempo, tb te acompanho nas redes socias e amo suas publicações.
    Concordo com vc em número, gênero e grau, eu tenho um canal no Youtube desde Maio de 2015 e desde então venho me dedicando muito a ele, no começo eu fazia vídeos com tutoriais, favoritos do mês e assuntos aleatórios mas depois eu foquei em um nicho que é aulas de inglês, pois como sou english teacher e no momento não estou lecionando em escolas então senti falta de passar meu conhecimento p/ as pessoas e foi aí que mudei o foco do meu canal e graças á Deus ele está crescendo, aos poucos tudo está correndo bem, eu estou ganhando meu dindin mas ainda é muito pouco e não dá p/ eu viver só dele, por isso recorri a arrumar um emprego p/ poder ter um ganho rápido de dinheiro mas eu não gosto do que faço nesse emprego mas como tenho planos (principalmente p/ com o canal) então por enquanto tenho que ficar nesse emprego mas eu arrumo sempre um tempo p/ trabalhar com o canal, não é fácil, pois além de ser youtuber eu tb sou mãe, esposa, enfim kkkkkkkkkk, e jamais penso em desistir do meu canal, pois eu amo o que faço, por enquanto eu só estou com o canal mas tenho planos de abrir um blog tb, então sei que vou ter que me propagar bem p/ poder dar tempo de fazer tudo o que quero em um curto espaço de tempo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Fran, parabéns pelo post!! que ele sirva de muita inspiração p/ as pessoas assim como foi p/ mim, eu amei!!
    Bjs!!

    • Resposta
      Andiara Alves
      11/02/2016 em 18:07

      @Carol, Oi Carol, gostei do seu canal! Parabéns! Ele é tudo que preciso para me ajudar a alcançar minhas metas de 2016. Muita sorte e sucesso pra vc! Um beijo da Madame.

    • Resposta
      Daiana Sato
      10/05/2016 em 19:43

      Olá, me inscrevi no seu canal.
      foi devido ao conteúdo para aprender inglês.

  • Resposta
    Sthéfane Araújo
    02/02/2016 em 23:17

    Oi Fran, tudo bem?
    Sigo seu blog há uns 2 anos, sempre adorei seu trabalho, mas não me lembro de ter comentado aqui. (me desculpe por isso) rsrs
    Eu criei meu blog há uns 4 anos e hoje me arrependo de ter parado, pois eu criei e parei por vergonha e etc.
    Pensei bastante antes de tomar a decisão de voltar, ainda mais por conta dessa concorrência de publico hoje. Mas tenho fé que dará tudo certo!
    E por coincidência me deparo com esse post no dia em que voltei escrever meu blog!!! To muito feliz.
    Se quiser conhece-ló link aqui: http://www.coisastete.blogspot.com.br

    Um beijo!!!

  • Resposta
    Lilian
    02/02/2016 em 23:54

    Um dos posts que eu mais gostei aqui, Fran. Esses posts pessoais nos faz sentir mais próximos de quem escreve e essa sensação é uma delícia. Desejo muito que você realize seus sonhos, compre seu ap e viaje pra Disney <3

  • Resposta
    Beatriz Lopes
    03/02/2016 em 00:00

    Que post maravilhoso Fran! Você sempre me inspira, quando fala de empreendedorismo. E eu sinto a mesma coisa quando volto do escritório todos os dias “como seria se…” Mas ainda preciso quebrar alguns tabus dentro de mim 🙁

    Beijão linda!
    http://www.falandoemturismo.tk

  • Resposta
    Geovana Vitória
    03/02/2016 em 00:26

    Ai fran gosto demais de você,tenho esse blog a pouco tempo mas não consegui entrar no processo de ganhar dinheiro preciso de ajuda se alguem puder agradecerei de coração !

  • Resposta
    Luana
    03/02/2016 em 01:10

    Fran, você é incrível! <3 Conheci seu blog por um acaso e graças à qualidade dos posts e a sua personalidade, te acompanho há mais de dois anos.
    Te acho uma das blogueiras mais comprometidas e me inspiro muito, muito em você! <3

  • Resposta
    TM Fassinger
    03/02/2016 em 06:09

    Eu não vivo no Brasil mas meu público em sua maioria é brasileiro. Como voce acha que o cenário econômico atual tem impactado quem vive de blog no Brasil? A crise chegou na blogosfera Fran?

    • Resposta
      Franciele
      03/02/2016 em 14:25

      Eu acho que depende muito qual é o nicho do blog, no meu caso não senti tanto.

  • Resposta
    Mariana
    03/02/2016 em 07:40

    Fran, que ótimo post. Como sempre suas palavras são inspiradoras. E cada vez que leio um novo texto seu fico mais contente, é lindo como sua escrita melhorou e como se expressa melhor em um texto. parabéns!
    Torço para que você cresça muito mais e para que eu encontre meu lugar, aquilo que me alegre de fazer todos os dias. Estou na batalha. xD
    bjoesss,

    • Resposta
      Franciele
      03/02/2016 em 14:24

      Que comentário mais amor Mari! Muito obrigada pelo carinho <3

      • Resposta
        Andiara Alves
        11/02/2016 em 18:11

        @Franciele, Concordo com as palavras da Mariana, Fran! Seu blog é um sucesso por que vc é autêntica, seus posts são inspiradores e tem melhorado dia após dia! Parabéns!

  • Resposta
    Mariel L.
    03/02/2016 em 08:27

    Maravilhoso o post, Fran!
    Inspirador! Seja pra quem quer criar um blog ou não;
    Esse tipo de post é muito bacana principalmente pra quebrar essa imagem de ‘o jeito é virar blogueira’ que muitas meninas tem.
    Tenho muita vontade de começar um blog, mas ainda não consegui me organizar para conciliar com o meu trabalho atual. Mas tem hora que paro e penso que estou esperando um momento mágico e que se não for na cara e na coragem não vai acontecer hehehe e são posts como esse que me dão um ânimo a mais pra arriscar!
    Parabéns pelo blog, pela sua história. Continue se aprimorando sempre pq quem também sai ganhando somos nós que acompanhamos seu trabalho!

    Beeeijo! =**

    Mariel L.
    http://www.elo7.com.br/artecommandalas

  • Resposta
    Aline
    03/02/2016 em 08:51

    Tem como não amar um post desse? Você é uma fofa Fran, e esse post com certeza serviu de inspiração para mim. Gosto muito mais de pessoas como você que jogam a real e contam sua trajetória, do que algumas blogueiras que querem vender um curso prometendo ensinar o caminho pra chegar lá.

    Acredito que cada caso é um caso e cada um vai ter resultados diferentes, dependendo do que fala e do conteúdo que cria 🙂

    Muito obrigada

    Bjosss

  • Resposta
    Lucy
    03/02/2016 em 09:39

    Obrigada pelas dicas, estou passando por isso!!
    abraços

  • Resposta
    Amanda
    03/02/2016 em 10:24

    Oi Fran,
    Adorei seu post e sua sinceridade. E com certeza, conteúdo de qualidade faz a diferença. Acho que vai ajudar muitas meninas, inclusive eu, que estou começando o meu blog recentemente.
    Parabéns por tudo que conquistou.

    http://www.resolvipostar.com.br

  • Resposta
    Bruna
    03/02/2016 em 10:35

    Oi Fran!
    Ler sua experiencia me deixou com o coração acelerado e inspirado! Obrigada por dividir seu conhecimento com a gente. Você foi bem realista e isso é algo essencial hoje em dia, porque realmente tem espaço, porém não é fácil como muita gente imagina. O pior é ver crianças assistindo youtubers e iludidas, minha irmã tem 12 anos é uma, eu tento explicar para ela que não é fácil, que ela não vai ficar milionária, que não é só sentar e gravar, mas ela não me escuta, acorda assistindo vídeo e vai dormir assistindo vídeo 🙁
    Uma coisa que vejo e reparo também é que tem muita gente começando, mas poucas se ajudam, sabe? As pessoas ficam tentando passar por cima das outras e sei que isso tem em todo lugar, mas é algo triste de ver.
    Enfim, vou parar de falar hahaha
    Eu também comecei meu blog em 2012, porém eu desativei ele em 2013 e só voltei com ele ano passado, depois de sentir muita falta e ter varias ideias de posts anotadas.
    Beijos.

  • Resposta
    Talita Rodrigues Nunes
    03/02/2016 em 11:31

    Arrasou, Fran! Adorei o post! Pode fazer mais sobre o tema que eu volto para ler 🙂

  • Resposta
    leticia santos
    03/02/2016 em 11:43

    ADORO seu blog , nunca morei sozinha mas me identifico muito . desejo a você muito sucesso e Muita criatividade.

  • Resposta
    Mari Medeiros
    03/02/2016 em 14:15

    Que post gostoso de ler Fran. Sempre acho que quero viver de uma ilusão, um sonho praticamente impossível, mas no segundo seguinte estou pesquisando, estudando, lendo e tentando criar mais, me organizar melhor e aí tenho certeza que o blog é meu amorzinho, um filho que eu cuido e quero ver crescer e vou lugar sempre para isso. Como você disse, é onde sou livre para criar e buscar ser sempre melhor.
    Beijo

  • Resposta
    Vivien Vital
    03/02/2016 em 14:24

    Amei seu post!! Mto verdadeiro e cheio de inspiração! Amo seu blog bjbj

  • Resposta
    Joice Monteiro
    03/02/2016 em 14:33

    Adorei.

    Sempre gostei desse mundo de blog, tanto que fiz um, mais nunca fluiu (por preguiça minha e indecisão). Mas lendo o post deu uma motivação, e sempre que estiver com preguiça, vou ler novamente. Haha

    Parabéns pelo blog, sempre me identifico com os post.
    Beijo <3

  • Resposta
    Juliana
    03/02/2016 em 14:38

    Oi, Fran 🙂
    Para mim, seu post foi inspirador, pois ficou claro que com esforço, foco e muito amor envolvido, as coisas acontecem.

    Adorei conhecer seu espaço.

    Beijos

  • Resposta
    Carina Rocha
    03/02/2016 em 15:17

    Fran, mesmo sendo longo, li cada palavra, super me identifiquei.
    Você não sabe quanto você foi importante pra mim no ano de 2014, que foi quando fui morar sozinha, e pesquisando na internet achei seu blog e a partir dai nunca mais parei de te acompanhar.
    Amo coisas sobre organização e quando você posta inspirações para a casa.
    Você é super atenciosa, você falou sobre marcarem você no insta, eu fiz uma vez com uma foto do meu gatinho (que por sinal descobri ser ragdoll por causa da Lili, srsrs) e você me respondeu super carinhosa. Eu fiquei toda boba e meu esposo ficou perguntando o que estava acontecendo kkkkk.
    Obrigada por compartilhar isso com a gente, e obrigada por ser essa pessoa maravilhosa que inspira tantas outras pessoas.
    Não vou dizer não mude, mas vou dizer evolua cada vez mais assim como você tem feito. Mude sempre para que algo novo sempre aconteça na sua vida.
    Beijinhos.

  • Resposta
    Ana Renata da Costa
    03/02/2016 em 15:24

    Por isso,te admiro tanto.Se eu te contar que eu nunca tinha aberto um blog na vida e o seu foi o primeiro e daí para virar um vício foi um pulo,você acredita?kkkk Não,eu não estava em Marte nos últimos tempos…mas só acessava a internet para ver notícias,redes sociais e fazer alguma pesquisa da faculdade.Mas logo no primeiro vídeo que assiste quis conhecer seu blog e estou seguindo a um tempo.Admiro sua maturidade e responsabilidade.Gosto muito de escrever e comecei o meu blog recentemente.Sem maiores pretensões…apenas para dividir meus textos e também um pouco dos meus gostos.Se eu vou conseguir um dia viver do meu blog,só Deus sabe.O mais importante é que eu tenho esse espaço para me expressar e ainda tenho pessoas tão bacanas para me inspirar,como você.Que Deus te proteja,te guie e ilumine seu caminho e te conceda muitas vitórias!Continue!A estrada é essa mesmo! 😉

  • Resposta
    Maria Clara Cordeiro
    03/02/2016 em 21:18

    Olá Fran

    Sério já faz um ano que estou te acompanhando e sempre fico interessada por tudo que você posta e como você se esforça para fazer tão bem, tão ótimo a ponto de ajudar o próximo.

    Parabéns e quero agradecer também pois você me ajudou muito em matéria de organização, que eu era horrível nisso.

    Obrigada
    te Adoro
    Beijos!

    http://seucanto2016.blogspot.com.br/

  • Resposta
    Franciele Maria
    03/02/2016 em 22:38

    Olá Fran, tudo bem?? Faz um Mês mais ou menos que me desliguei desse espaço de blogs, nem os blogs eu estava acompanhando mais, sei lá tinha dado uma enjoada, mas decidi voltar, só não sei se vou criar blog de novo, pois já criei tantos, mas começo e paro, o meu primeiro blog, foi o que ficou por mais tempo, era um blog cristão, eu queria muito voltar a esse tema, mas tenho medo da rejeição das pessoas, o que você acha sobre isso? E o canal no youtube, acha que dá para levar as duas coisas paralelamente?

    • Resposta
      Franciele
      04/02/2016 em 01:34

      Eu acho que vc deve criar algo porque gosta e para se divertir. O que eu tenho em mente é que de qualquer jeito qualquer pessoa que me conhecer vai ter uma opinião diferente sobre mim, imagina se eu for ligar para todas? kkkk E sobre conciliar blog e youtube, claro que dá, é o que eu faço 🙂
      Bjs

  • Resposta
    Carol Justo
    04/02/2016 em 02:40

    Fran, eu simplesmente adoro o teu trabalho, conheci teu blog quando estava pensando em morar sozinha e ele me ajudou demais, eu adoro todos teus conteúdos, mas pra mim teu blog já está marcado como o morando sozinha, porque foi assim que eu conheci o teu bloglindo <3

    Eu adorei as dicas, maseu não teria coragem de largar o emprego para investir no blog, eu não acho que um dia vou ganhar dinheiro com ele, faço porque gosto, se um dia der retorno, vai ser bem vindo, mas não é meu objetivo, pelo menos não no momento. Acho que é super válido para todos lerem este teu post.

    Ah e como eu odeio gente que diz que vai criar um blog para ganhar dinheiro Zzzz da vontade de dar uns socos na cara da pessoa até ela parar de falar besteira, é mais fácil gastar dinheiro do que ganhar huashdu mas eu juro que vale a pena, desde que haja amor no que está sendo feito.

    http://pinkisnotrose.blogspot.com.br/

  • Resposta
    SIMONE GUIOTTI
    04/02/2016 em 10:26

    OI FRAN, ADORUUUU SEUS POST DESDE QUE CONHECI O SEU CANAL ME IDENTIFIQUEI MUITO COM VC,SÓ SOU MENOS ORGANIZADA KKKK VC É MUITO FOFA, PARABÉNS PELO DESENVOLVIMENTO E ACREDITO QUE VC VAI CHEGAR MAIS ALEM, TENHO SEU LIVRO QUE EU AMUUU, JÁ LI E RELI UMAS 4 VEZES, QUANDO SAI A PRÓXIMA EDIÇÃO????BJS

  • Resposta
    Natalia
    04/02/2016 em 16:47

    Oi Fran! Eu nunca comentei aqui, mas acompanho seu blog há anos! Fico feliz de ver como vc cresceu ao longo do tempo! Esse post é tudo que eu precisava ler! Entao, obrigada!

  • Resposta
    Carol Costelini
    04/02/2016 em 20:54

    Oi Fran!
    Seu post veio em ótima hora. Criei meu blog há alguns dias e só consegui tirar do papel quando me desprendi de grandes planos. Parei pra penar em “porque eu quero um blog”, e descobri que falar do que a gente gosta nos faz um bem enorme.

    Se crescer e dar retorno, ótimo! Mas o importante é fazer o que a gente ama, e do jeito que a gente ama, afinal, conteúdo bom não falta na internet, a questão é: quem vai se identificar com você?

    Seu trabalho é impecável.
    Beijos.

  • Resposta
    Juliana C.
    05/02/2016 em 09:19

    Oi Fran!
    Acompanho seu blog há mais ou menos um ano, mas nunca parei pra comentar, sempre deixava para depois e acabava não fazendo. Parabéns pelo post, para aqueles que pensam em começar seu próprio negócio foi bastante inspirador, e parabéns pelo seu desenvolimento, tanto quanto pessoa como em conteúdo no decorrer desses anos. Que 2016 e os anos seguintes, sejam ainda melhores e com mais realizações para você e sua marca.
    Beijos!

  • Resposta
    Tati Florentino
    06/02/2016 em 19:47

    Oi, Fran. Foi muito esclarecedor tudo o que escreveu. Adorei ver seu ponto de vista. Apesar de não comentar muito por aqui, sempre acompanho todos os post e vídeos lá do Canal. Você me inspira desde 2013 🙂 Empreender não é algo tão simples e cheio de glamour como as pessoas pensam. É preciso coragem e força de vontade!! Espero que faça mais posts sobre isso. Adoro seu blog e seus vídeos. Beijos.

  • Resposta
    Rute
    06/02/2016 em 20:47

    Adorei! As suas dicas são sempre ótimas para blogueiras. Hoje tenho o meu blog, decidi criá-lo também numa fase difícil e não pensava sequer que ia chegar a ter alguém a ler, quanto mais a comentar. Felizmente o blog tem crescido, embora que lentamente.
    Porém não me importa isso, o que importa é que eu adoro sentar, abrir o editor e escrever algo, partilhar algo. Seja um texto, uma dica, ou apenas uma foto. Adoro o que faço. Talvez nunca consiga ganhar dinheiro com ele, mas esse também não é o meu principal objetivo!

    Beijinhos!!

  • Resposta
    Thais Godinho
    06/02/2016 em 21:52

    Eu adorei esse post, Fran. E é muito legal ver sua escrita amadurecendo com o blog.

    Eu acredito que, hoje, para ter um blog a pessoa realmente precisa começar de um certo patamar. Mas quer saber? Esse patamar já existe. Há alguns anos, não existia, e por isso nosso aprendizado demorou mais. Então, de certa forma, hoje para quem começa é mais fácil nesse sentido – e mais difícil pelo receio de ser “mais um”.

    O que vai fazer o blogueiro se destacar é descobrir sua própria voz, o que ele só consegue com o tempo ou caso já escreva em outras mídias, tenha experiência. E encontrar um bom nicho para divulgar seu trabalho.

    Para quem for iniciante, eu recomendo acompanhar as dicas do Conrado Adolpho – autor do livro best-seller “8 Ps do marketing digital”.

    • Resposta
      Franciele
      08/02/2016 em 22:39

      Thais, que honra receber um comentário tão amável vindo de uma pessoa como você! Concordo com cada palavra do seu comentário.
      Mil beijos

  • Resposta
    Carol
    07/02/2016 em 01:13

    Sinceramente, espero que eu consiga. Um dos meus sonhos. :/

    http://apenasvoe.blogspot.com.br/

  • Resposta
    Kelly Araujo
    07/02/2016 em 18:08

    Fran você sempre arrasa!!!!meiga,linda e sempre com coisas legais para passar adiante.amo muito seu blog ,você e sua gatinha lily.. beijão grande te desejo cada dia mais sucesso com o blog…amooooo muitooo

  • Resposta
    Daniele
    08/02/2016 em 21:01

    Que post maravilhoso! adorei Fran.

    Adoro você. beijinhos.

  • Resposta
    Rosane
    09/02/2016 em 22:57

    Fran meu amor, você é muito fofa… Quando vi seus vídeos no youtube eu fique admirada, eu ja criei meu canal mais ainda não tive coragem de gravar pq nao tenho equipamentos de boa qualidade, e também ja criei o blog mais estou personalizando de uma forma fofa ja que não tenho dinheiro para invertir em programação… Bjus linda

  • Resposta
    Vanessa Alves
    11/02/2016 em 11:14

    Que post abençoado! Já te sigo faz um tempo mas nunca comentei nem no blog, nem no canal… Recentemente criei um blog e um canal, sempre tive vontade mas sempre muuuito timida. Mas não queria pensar no futuro: “E se eu tivesse feito naquela época, será que teria dado certo?” E tbm vi nisso uma forma de tentar acabar com essa timidez exagerada. Ainda é tudo muito recente, não sei se vai durar ou não. Mas eu estou disposta a esperar e ver no que vai dar… Tudo que vem fácil, vai fácil, sempre me lembro disso. E esse seu post só reafirmou o que eu já pensava, e me fez ficar mais inspirada. Você é uma inspiração e tanto pra mim, sério! ♥ Beijão

  • Resposta
    Viviane Carvalho
    12/02/2016 em 22:24

    Ola Fran, tudo bem?
    Eu acompanho seu blog do comecinho, ainda quando era chamado de MORANDO SOZINHA, e não por acaso procurei na época este blog por que eu tbm morava sozinha rs foram dicas legais e úteis que eu sempre dava uma espiada no período do meu almoço na empresa, porem mudei de empresa o tempo ficou curto e não consegui mais acompanhar…..
    Dai hoje, cheguei em casa com um livro que acabei de comprar chamado -O PODER DO HÁBITO e claro joguei no google pra ver mais do que as pessoas acharam dele antes de começar a leitura, e então o google me trouxe de volta a você e vi o quanto o seu blog esta mudado e com mais carinha CLEAN com posts bem gostosos de ler e vários conteúdos diferentes e muito legais, me surpreendi, gostei, e observei que o nome mudou, e então li o seu post acima e super concordo, as coisas mudam você amadureceu e o BLOG tbm meus parabéns !! Fico feliz em reencontrar seu blog com essa carinha nova e cheio de coisas legais !!
    Eu também estudei marketing digital para alavancar meu trabalho de fotografia na internet e deu super certo =) ahhh e suas dicas acima de estudo de fato são úteis !
    Sucesso cada dia mais a você !! Me surpreende sua idade com tamanho talento !!
    Parabéns novamente e partir de hoje voltarei mais vezes, foi um prazer estar por aqui..
    grande beijo

  • Resposta
    Tatiana
    16/02/2016 em 21:03

    Adorei o post, Fran! Acompanho o seu blog faz um bom tempo, mas como uma leitora que não comenta muito (com tantos blogs acabo não comentando tanto como queria por ai), mas sei achei seu blog lindo e bem feitinho. Inclusive esse tema tá maravilhoso. <3 To com um bloqueio criativo e não fico me forçando a postar, sabe? Prefiro esperar a criatividade vir e eu ter algo pra falar do que postar algo por postar. Seu post me deixou com mais vontade de fazer as coisas do meu jeito e sem apavorar, sabe? Um beijo!

  • Resposta
    Jessica
    20/02/2016 em 21:31

    Estava pensando em fechar meu blog nesse minuto, mas vim aqui, li e percebi que seria a maior besteira que faria: abrir mão do meu sonho. E não é um sonho qualquer, é o sonho que eu tenho desde sempre e que sempre ouço coisas como: “isso não é futuro” “isso não vai te dar dinheiro” enquanto eu seu que tenho talento e criatividade. Obrigada pelo post Fran, você como sempre sendo uma inspiração para mim.

  • Resposta
    Elayne Oliveira
    21/02/2016 em 18:59

    Oi, Fran!
    Amei seu post, como todos os outros. Fiquei mais motivada com meu blog!
    Beijinhos e Sucesso.

  • Resposta
    Patricia
    28/02/2016 em 20:35

    Oi Fran tudo bem? Eu simplesmente amooo as suas postagens, te acompanho em todas as redes sociais que tenho e tb tenho o seu livro que está me ajudando bastante a me planejar para finalmente realizar o meu maior sonho que é morar sozinha. Tenho uma grande desejo de ter um blog tb, e depois das suas palavras inspiradoras a vontade só aumentou rs. Desejo que vc tenha todo o sucesso do mundo, vc merece… Bjoooos

  • Resposta
    Melhores Links do Mês – Fevereiro – Produções Gracie
    03/03/2016 em 18:49

    […] 01. Viver de um Blog 02. Roubaram minha pizza 03. As 5 características de empreendedores verdadeiros 04. Use 3 técnicas para se tornar um vendedor melhor 05. 9 maneiras de realizar reuniões mais efetivas (infográfico) 06.  Isto é o que acontece com o seu corpo, quanto mais tempo você ficar sem dormir 07. 8 atitudes para destacar-se no empreendedorismo 08. 7 hábitos dos grandes palestrantes 09. Ser vago encolhe o cérebro 10. É necessário dinheiro para obter dinheiro? Veja como 25 empreendedores começaram (infográfico) […]

  • Resposta
    Natália Maria
    29/03/2016 em 22:12

    Legal suas dicas e antes mesmo de ler eu já pensei em tentar viver do meu blog, mas bateu aquela coisa, o hobby vai deixar de ser hobby e vai virar trabalho. Infelizmente, ainda não estou pronta para isso. Quem sabe um dia?

  • Resposta
    Ana Cláudia Lima
    11/04/2016 em 09:16

    Maravilhoso o post Fran! Tenho um blog mas sempre levei ele como um hobby paralelo ao meu trabalho formal. No final do ano comecei uma nova fase e agora trabalho home office, por isso tenho estudado muito para começar a investir todas as minhas forças no meu bloguito. Ele nunca me deu nenhum retorno financeiro, mas é uma coisa que eu gosto muito de fazer. Gostei do seu post pois ele é muito “pé no chão”. Quero conseguir viver de blog assim como você. Me deseje sorte! rs

  • Resposta
    Sonhada Maternidade
    10/05/2016 em 22:50

    Oi Fran! Adorei seu post. Estou em uma fase diferente da sua. Sou 11 anos mais velha que vc e iniciei meu blog que fala de maternidade. Como vc diz, está virando um vício escrever. Penso sim que se der para ter uma renda com ele vai ser bom, afinal ficar mais tempo com meus filhos é prioridade.

    Parabéns

  • Deixe uma resposta