Morando Sozinha? Comece aqui

Quer aprender a guardar mais dinheiro? VEJA O DESAFIO

Quer organizar sua vida? SAIBA COMO

0 Em Finanças

Gerencie seu orçamento como uma adulta

Um orçamento é extremamente importante. Ele não só te dá clareza de como seu dinheiro tem sido gasto, mas também é uma ferramenta que te ajuda a ficar mais perto dos seus sonhos.

Apesar de muitas pessoas saberem disso, elas acabam assimilando a palavra orçamento à algo negativo.

Alguns acreditam que ter um orçamento é para quem tem pouco dinheiro ou está com dificuldades financeiras. Quando na verdade, ter um orçamento é para todas as pessoas (com muito ou pouco dinheiro).

Um orçamento é extremamente importante. Ele não só te dá clareza de como seu dinheiro tem sido gasto, mas também é uma ferramenta que te ajuda a ficar mais perto dos seus sonhos. Apesar de muitas pessoas saberem disso, elas acabam assimilando a palavra orçamento à algo negativo. Alguns acreditam que ter um orçamento é para quem tem pouco dinheiro ou está com dificuldades financeiras. Quando na verdade, ter um orçamento é para todas as pessoas (com muito ou pouco dinheiro).

Ter um orçamento vai muito além de anotar o que entra e o que saí, ele é uma espécie de “mapa do tesouro”. E a recompensa de seguir um mapa é achar a fortuna prometida.

Seguir um orçamento é mais ou menos a mesma coisa, quando você começa a tomar controle das suas finanças, você encontra tesouros maravilhosos. E quando isso começar a acontecer, é impossível não ficar animada com o seu desenvolvimento e querer praticar cada vez mais.

Posts relacionados com orçamento:

Este post é somente 50% do processo, pois para que a mágica aconteça é preciso mais 50% (que é você entrando em ação). Se você fizer a leitura e não aplicar o que for ensinado, as coisas continuarão do mesmo jeito.

Vamos mudar isso? Pegue agora o papel e a caneta, pois temos um missão para você hoje: deixar seu orçamento em ordem.

 


Faça parte da #GIRLGANG!

Ao se inscrever, você receberá conteúdos e dicas exclusivas no seu e-mail.


 

1 | Seu salário

O primeiro passo é bem simples: descobrir seu salário mensal.

Se você trabalha em uma empresa como funcionária é bem fácil, pois a sua renda nada mais é do que o valor depositado na sua conta após deduções como imposto de renda, INSS ou benefício específico.

Gerencie seu orçamento como uma adulta-salário

Se você trabalha por conta própria, é um freelancer ou recebe por comissões, provavelmente seu salário sofre oscilações ao longo dos meses. Uma solução para este caso é olhar sua renda dos últimos 4 meses e fazer uma média.

Exemplo:

  • Janeiro = R$3.500
  • Fevereiro = R$2.900
  • Março = R$3.850
  • Abril = R$3.100

Renda total (4 meses) = R$13.350

Média de salário = R$13.350/4 => R$3.337,50

Se você possui algum outro tipo de renda extra com fluxo constante (trabalhos pequenos no fim de semana, extras, aluguéis, mesadas e etc), é importante considerar estes valores também.

 

2 | Conhecer as despesas fixas

São aquelas despesas recorrentes no nosso orçamento, que pagamos todos os meses ou não são negociáveis.

Nessa parte incluímos: aluguel, serviços, alimentação, estudos, financiamentos e etc.

Gerencie seu orçamento como uma adulta

Suas despesas fixas estão diretamente relacionadas ao seu padrão de vida, e isso vai mudar de pessoa para pessoa. Cabe a você observar o que se repete no seu orçamento a cada mês.

Recomendo o vídeo: Como enxuguei 15 mil reais do meu orçamento.

Alguns gastos fixos podem não ser mensais. Por exemplo, se você paga o seguro do seu carro anualmente em apenas uma parcela, você pode dividir o valor total por 12 e incluí-lo no seu orçamento mensal. Assim, você consegue poupar mês a mês em pequenas parcelas.

O mesmo vale para matrículas da faculdade, curso de inglês e qualquer despesa anual/trimestral/bimestral.

Seu planejamento de investimentos, aposentadoria e metas (longo, médio e curto prazo) também devem ser consideradas despesas fixas. Dessa forma, você trata suas metas como despesas reais e se compromete em realizá-las.

Planejamento é tudo baby!

 

3 | Se preparar para as despesas variáveis

As despesas variáveis podem ser extremamente perigosas. É nessa parte que geralmente estouramos o orçamento e gastamos bem mais do que deveríamos.

Gerencie seu orçamento como uma adulta

Se você come várias vezes fora de casa, provavelmente esta é uma despesa que aparece com frequência no seu orçamento. O mesmo vale se você faz as unhas toda semana, vai ao cinema, ao barzinho, compra uma roupa nova, passa as compras no cartão de crédito, deixa o carro no estacionamento…

Tudo isso vai diminuindo nosso dinheiro aos poucos e quase nem sentimos. Só percebemos quando somamos tudo e vemos o rombo.

A melhor maneira de lidar com as despesas variáveis é se preparar para elas. Você tem que levar a sério ou nunca conseguirá diminuir os gastos nesta área.

Se você tem o hábito de anotar seus gastos, facilmente consegue ver quais são suas despesas variáveis. Se você não tem esse controle, pode checar na sua conta bancária ou tentar relembrar seu último mês.

Anotar cada centavo é importante, pois é isso que nos dá dimensão do que realmente estamos gastando.

Recomendo o vídeo: 7 gastos que passam despercebidos e merecem atenção.

Não precisa ser complicado. Existem aplicativos de finanças super fáceis de usar, o meu favorito é o Organizze. Em poucos segundos você já lança sua despesas e controla cada detalhe, mais fácil impossível!

 

4 | Equilíbrio

Com os dados que você coletou até agora você é capaz de descobrir o equilíbrio do seu orçamento.

Gerencie seu orçamento como uma adulta

Faça a conta:

Sua renda – (Despesas fixas + Despesas variáveis) = R$?

Após descontar todas as despesas da sua renda, qual foi o resultado? Você ficou no positivo ou no negativo?

Esse é o momento que a ficha cai e vemos expresso em números os nossos hábitos financeiros.

Precisa de um help? Clique aqui para saber mais.

 

5 | Mudança de vida

Se você ficou insatisfeita com o resultado do equilíbrio do seu orçamento, é hora de agir.

Quais gastos estão drenando seu orçamento? Veja em qual categoria você está gastando mais e elabore estratégias para diminuir algumas despesas.

Gerencie seu orçamento como uma adulta

Você está satisfeita com o que está poupando mensalmente para o seu futuro?

Se você ainda nem começou, está é hora. Daqui alguns meses você desejará ter começado hoje.

Está com dívidas? Priorizar a redução de alguns gastos e aumentar a sua renda também é um bom começo.

Pense em quais atividades você poderia fazer no seu tempo livre para ganhar alguma renda extra e como você pode enxugar excessos.

Recomendo o vídeo: Como fazer uma grana com o que você não usa mais.

 

6 | Simule

Quando você tem dados concretos nas mãos, você pode começar a fazer simulações e começar a projetar seu futuro financeiro.

No Organizze ele resume todos os gastos em forma de gráficos e te dá um relatório completo com a porcentagem exata dos seus hábitos de consumo.

Quanto mais detalhes você dá para a ferramenta, mais precisa ela é. Simular quanto eu terei se continuar poupando X reais todos os meses, é um dos meus recursos favoritos!


Agora você tem o passo a passo do que é necessário para ter um orçamento de adulta e arrasar na vida.

O que você acha mais difícil na hora de fazer um orçamento?

 

*Este post não é patrocinado, mas o blog recebe uma comissão através do seu clique em alguns links. Obrigada!
Receba os conteúdos exclusivos
do Morando Sozinha no seu e-mail

Prometemos manter seu e-mail seguro, odiamos spam.