2 Em -

APRENDA A ESCOLHER O TIPO CERTO DE LÂMPADA PARA SUA CASA

 
Quando eu me mudei tive muitas dúvidas no início e uma delas foi sobre como comprar lâmpadas. Fui ao mercado e me deparei com vários tipos diferentes. Pois todo mundo sabe que algumas são mais amareladas, outras mais claras e por ai vai. Esses dias encontrei no M de Mulher algumas dicas muito legais falando sobre cada tipo específico, olha só: 
 
Incandescentes
Economia: não é econômica.
Como funciona: converte a energia elétrica em luz e calor.

 

Eficiência: 15 lm/W*.

 

Vida útil: de 750 a 1 mil horas.

 

Deve ser usada em: quartos, salas e banheiros.

 

Descarte: lixo comum.

 

Preço médio: R$ 1,50.

 

Até 2016, o governo pretende retirar este produto do mercado

 

Fluorescente tubular
Economia: 80% mais econômica.

 

Como funciona: trata-se de uma lâmpada de descarga, usada com um reator (dispositivo auxiliar de partida). Entre suas extremidades, ocorre um disparo elétrico que é convertido em luz por meio do revestimento da lâmpada, chamado de pó fluorescente.

 

Eficiência: até 100 lm/W*.

 

Vida útil: 7.500 horas.

 

Deve ser usada em: garagens e cozinhas.

 

Descarte: reciclagem.

 

Preço médio: a partir de R$ 4.

 

Fluorescente compacta
Economia: 80% mais econômica.

 

Como funciona: da mesma forma que a tubular. A diferença é que ela já vem com o reator incorporado à base.

 

Eficiência: entre 60 e 70 lm/W*.

 

Vida útil: até 10 mil horas.

 

Deve ser usada em: quartos, salas e até em banheiros.

 

Descarte: reciclagem.

 

Preço médio: a partir de R$ 6.

 

Led
Economia: 85% mais econômica.

 

Como funciona: utiliza uma matriz de LEDs – componentes eletrônicos semicondutores – que convertem energia em luz.

 

Eficiência: superior a 100 lm/W*. De todos os modelos, esse promete se tornar ainda mais eficaz nos próximos anos.

 

Vida útil: 30 mil horas.

 

Deve ser usada em: quartos e banheiros e como luz direcionada em espelhos ou quadros.

 

Descarte: reciclagem.

 

Preço médio: entre R$ 15 e R$ 80.

 

Halógena
Economia: 30% mais econômica.

 

Como funciona: da mesma forma que a incandescente. Porém, ela tem componentes que permitem um aumento de 30% na qualidade de ação do produto. Inclusive, tornando-o mais duradouro.

 

Eficiência: entre 25 a 30 lm/W*.

 

Vida útil: até 4 mil horas.

 

Deve ser usada em: casa, para substituir as incandescentes, ou em quintais e jardins.

 

Descarte: lixo comum.

 

Preço médio: até R$ 20.

Você também pode gostar

2 Comentários

  • Resposta
    Anonymous
    02/10/2012 em 07:31

    Em Portugal é proibido deitar qualquer lâmpada, ou artigo eléctrico, no lixo comum. Existem pontos de recolha específica destes componentes, evitando assim a contaminação do ambiente.
    Célia Rodrigues

  • Resposta
    gabiibn
    21/09/2012 em 10:09

    Ontem a noite tava pensando em comprar uma lâmpada pro meu quarto heheh Obrigada pelas dicas 🙂

  • Deixe uma resposta