8 Em Carreira

Por que você deveria acreditar mais em você?

Você já reparou como nós temos uma certa tendência em desacreditar em nós mesmas?

Quando encontramos um desafio, nossos primeiros pensamentos costumam ser: “Será que isso vai dar certo?”, Será que vou conseguir?”, “Será que eu não deveria esperar mais?”.

E com esse pensamento vivemos adiando várias coisas na nossa vida.

Por que você deveria acreditar mais em você

Por um longo tempo eu vivi um conflito semelhante. Foi em 2013, quando eu vi a possibilidade de abrir meu próprio negócio, mas algo dentro de mim gerava uma dúvida interminável.

Me recordo que nessa época eu não conseguia dormir direito e a todo momento pensava naquela decisão.

Do mesmo modo que havia motivos que me encorajavam, por outro lado, eu também corria riscos. E naquela época, eu já morava sozinha. Ou seja, as contas não iam parar de chegar.

Foi um período difícil, pois eu vivia fazendo contas e estudando possibilidades.

Até que um dia eu me arrisquei


Eu tinha certeza que se eu pudesse me dedicar integralmente ao meu negócio eu poderia fazê-lo crescer, mas na vida a gente não pode contar com nenhuma certeza desse tipo.

Eu costumo dizer que sempre me preparo para o pior.

Muitas pessoas acham estranho ouvir isso de mim, já que eu sempre fui a maior apoiadora dos sonhos. Mas eu digo isso, pois aceitar quando as coisas estão dando certo e tudo acontece como você esperava, é muito fácil. No entanto, quando o cenário muda e o pior acontece, nem sempre sabemos lidar bem com isso.

Quando eu tenho uma grande decisão a tomar eu sempre tenho em mente qual é o pior cenário que poderia acontecer e se eu estaria preparada para ele.

Quando eu decidi sair do meu emprego estável em um escritório de engenharia, eu assumi os riscos. Eu sabia que o pior cenário seria eu largar o meu emprego e o meu negócio não dar lucro nenhum.

Para me prevenir, eu decidi juntar dinheiro por uns 6 meses. A quantia final me dava 3 meses (contados) para pagar as minhas contas e apostar no meu negócio durante esse tempo. Se desse certo, ótimo. E se não desse? Bom, eu tinha 3 meses para abraçar a oportunidade e não precisaria ficar no vermelho por isso.

O que fazer em meio a um dilema?


Quando estou em um dilema e tenho uma grande decisão a tomar, sempre me faço as seguintes perguntas:

  • Qual seria o melhor cenário?
  • O que aconteceria se eu dissesse sim?
  • Qual seria o pior cenário?
  • O que aconteceria se eu dissesse não?

Eu penso em cada uma dessas perguntas até encontrar qual seria a melhor decisão para mim. Isso me “dá uma luz” e eu consigo enxergar a situação de uma maneira mais clara.

Vou assumir esse risco? Vale a pena? Qual seria o retorno?

E você, tem algum dilema na sua vida que está te incomodando? Uma decisão que você ainda não tomou pelo medo das consequências?

Pense bem a respeito, avalie todos os cenários, mas também confie em você. Nós sempre duvidamos da nossa capacidade, mas dentro de cada pessoa existe uma força e um potencial que ainda não foi descoberto.

Receba os conteúdos exclusivos
do Morando Sozinha no seu e-mail

Prometemos manter seu e-mail seguro, odiamos spam.

Você também pode gostar

8 Comentários

  • Resposta
    Melissa Brandão
    01/10/2016 em 03:04

    Que graça, seu blog! Os posts muito relevantes e muito bem escritos, parabéns!

  • Resposta
    Tamara MR
    05/09/2016 em 15:10

    Aaah Fran, amo ler seus textos. Eles sempre me ensinam muito! Obrigada por compartilhar seus pensamentos conosco!
    Beijos e sucesso sempre!

  • Resposta
    France
    31/08/2016 em 23:07

    Olá fran, tenho um problema para resolver com os meus pais sobre ter de deixar de viver com eles. Vc poderia me ajudar???

  • Resposta
    Anielly Miyake
    30/08/2016 em 17:48

    Sempre com ótimas dicas Fran 🙂
    Beijinhos’

  • Resposta
    KAROLINA CASEMIRO
    30/08/2016 em 09:36

    Oi Fran,
    Adorei o post de hoje, você escreveu tudo o que eu estava precisando ler.
    Também quero me arrisca em um projeto pessoal e vou levar em consideração esses pontos que você escreveu!
    Obrigada!!!
    Beijossss

  • Resposta
    Leilane
    29/08/2016 em 16:12

    Olá Fran,

    Amei o post! Me tira uma dúvida, a sua empresa é o Blog?

    • Resposta
      Franciele
      31/08/2016 em 14:37

      Oi Leilane, como vai?

      O blog também faz parte da empresa, mas não é o único produto 🙂
      Beijos!

  • Resposta
    Regiane
    29/08/2016 em 14:14

    Se tem uma coisa que eu faço antes de embarcar em uma ideia, é pensar nos lados bons e ruins, é sempre colocar na balança os prós e contras . Beijos!

  • Deixe uma resposta